ANIVERSARIANTES DA SEMANA   

20-Otília de Araújo

20-Ednaldo Soares

21-Karina Ribeiro (E. Satiro)

24- Pr. Jedaías Rodrigues

25-Juzirene Santiago (E. Sátiro)

ANIVERSÁRIO DA ALIANÇA: No próximo sábado, dia 25/08, a partir das 18h, teremos no templo do Betel Brasileiro, no Alto do Mateus, o culto de celebração ao Senhor pelos 51 anos de organização de nossa Denominação (Aliança das Igrejas Evangélicas Congregacionais do Brasil). Os cultos distritais já foram realizados e esse do dia 25 é a comemoração nacional. Sairá um ônibus de nossa Igreja às 17.30h para levar os irmãos para participarem dessa festividade. Leve R$ 5,00 para ajudar pagar o aluguel do ônibus.

Tamanho da letra:

 

Cristianismo em Ação (Identidade Cristã)

     

O número de evangélicos no Brasil tem aumentado consideravelmente. Entretanto, muita gente tem sido apenas convencida pela verdade bíblica. Poucas, porém, têm sido transformadas por esta verdade. Uma coisa é entrarmos no evangelho, outra coisa é o evangelho entrar na nossa vida. A questão não é sermos católicos ou evangélicos, mas sim, cristãos. Ou seja, seguidores de Jesus Cristo! O credo das igrejas evangélicas não deve ser meramente anticatólico, mas acima de tudo, bíblico. A proposta bíblica não é deixar de ser católico, ou budista, mas, vivermos o Evangelho. Em outras palavras, seguirmos a Jesus conforme a Bíblia Sagrada e ela somente.  Não vale absolutamente nada, mudarmos a roupagem religiosa se nossa vida não imita ao Senhor. Quando olhamos para a vida de Jesus observamos que ela não se limitava apenas a ir à sinagoga (culto), e entregar o dízimo como muitos evangélicos estão fazendo. A vida espiritual de Cristo ia muito além da tradição religiosa. O Senhor vivia em constante oração, pregava o evangelho em sua pureza e simplicidade, ajudava aos pobres, curava os doentes, libertava os oprimidos do diabo, perdoava seus ofensores, e acima de tudo se compadecia da miséria e infelicidade humana. Quem deseja ser um cristão real, deve viver como Cristo viveu. Não basta somente deixar o catecismo ou apagar as velas do altar. Para muitos cristãos evangélicos, ser crente significa comprar uma bíblia, ir ao culto, saudar com a paz, dizimar e entregar folhetos. É verdade que tudo isso faz parte da vida cristã. Todavia, ser cristão é muito mais que isso! É ter uma identificação séria com Jesus. É negar-se a si mesmo, tomar a cruz que é símbolo de sofrimento e morte, e seguir ao exemplo e ensino de Jesus que consiste em amar a Deus e ao próximo como a si mesmo. Há cristãos reais e cristãos nominais. Cristãos reais são aqueles que entregaram definitivamente suas vidas a Jesus. Cristãos nominais são aqueles que apenas dizem ter entregado, mas que não lhe permite o controle. O verdadeiro cristão segue a cartilha de Cristo. São mansos, são pacíficos, são misericordiosos, amam, perdoam, são limpos de mãos e puros de coração, etc. São chamados de cristãos por parecerem com Cristo e não apenas por professarem uma fé nele ao invés de venerar Maria. Enfim, ser cristão é ser evangélico de acordo com o Evangelho e não com mais uma nova tradição religiosa.       

                                          B.T. Samuel Santos