ANIVERSARIANTES DA SEMANA   

09-José Afonso (E. Sátiro)

10-Neusa de Moura

12-Edvando Bonifácio (Dc. R. do Sol)

14-Mª Teodória

15-Mª Eliane

Reuniões administrativas final de ano

13/12 – Reunião do Conselho Eclesiástico;

21/12 – Confecção Calendário 2019;

23/12 (M) - Assembleia da Igreja (homologação diretorias, recepção membros e separação para o oficialato )  

 

JANTAR DE CONFRATERNIZAÇÃO: o nosso jantar de confraternização será no dia 31/12, logo após o culto de final de ano. O culto será no horário das 21 às 23h, seguindo-se o jantar, que será no estilo americano. O Pb. Evandro José será o coordenador desse evento.

Tamanho da letra:

 

 

O Natal de Jesus    

      O Natal de Jesus é um dos fatos mais portentoso da história da redenção, pois é o dia em que Deus em forma humana veio tabernacular conosco, conforme seu próprio nome anunciava. “Emanuel, Deus conosco”.

     Segundo as Sagradas Escrituras, a vinda do Messias, o Filho de Deus, a este mundo, já estava programada. No livro de Gênesis nos é dito que da semente da mulher nasceria aquele que esmagaria a cabeça da serpente, em resposta a queda do homem no jardim do Édem (Gn 3.15).

    A promessa que Deus fez a Abraão falava de um de seus descendentes que abençoaria toda a familia da terra (judeus e gentios) (Gn 12.1-3; Gl 3.16). Quando Jacó abençou aos seus filhos no leito de morte, uma benção especial foi dada a Judá, dizendo que o cetro nao se apartaria daquela tribo (Gn 49.10). O cetro simboliza autoridade para governar. Jesus é o Rei dos reis.

      O profeta Isaías vaticinou que uma virgem daria a luz a um filho e que o seu nome seria Emanuel, Deus conosco (Is 7.14). Ainda Isaias fala sobre um menino que seria dado, com os seguintes qualificativos: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade e Principe da Paz. (Is 9.6). O profeta Miqueias revelou que essa ilustre criança nasceria em Belém da Judéia, em Israel  (Mq 5.2).

Os Evangelhos de Mateus e Lucas detalham o Natal de Jesus. É-nos dito nesses evangelhos que Jesus foi gerado no ventre de Maria por obra e graça do Espirito Santo (Mt 1.20; Lc 1.35). Ainda nos é dito que após a concepção de Jesus, que foi sobrenatural, o seu crescimento no ventre de Maria foi natural. Depois de nove meses de gerado, Jesus nasceu em Belém da Judeia, nos dias do rei Herodes. Por ocasião de seu nascimento, vieram uns magos do oriente que Lhe ofertaram ouro, incenso e mirra (Mt 2.11). Ainda no nascimento de Jesus, miríades de seres angelicais desceram dos Céus louvando a Deus, e dizendo: “Glória a Deus nas  alturas, paz na terra, boa vontade para com  os homens” Lc 2.,14. É-nos dito ainda que a esses mesmos pastores, quando apascentavam os seus rebanhos no campo, um anjo de Deus, falou o seguinte: “...: Não temais, porquanto vos trago novas de grande alegria que o será para todo o povo: É que vos nasceu hoje, na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor” Lc 2.10,11.

        Portanto, amados, nesse dia celebremos a Deus com intensa alegria, pois ele é o mais abençoado dos dias, porque nele Deus, na pessoa de Seu Filho Jesus Cristo, visitou de maneira especial o nosso mundo, com um propósito redentor.         

    Pr. Eudes Lopes Cavalcanti