ANIVERSARIANTES DA SEMANA   

16-Dc. José Marçal Jr.

19-Sara Mizraim

ORANDO PELAS FAMÍLIAS

Coloquemos diante do altar do Senhor, nesta semana, a família do Diácono João Bosco (Bosco, Socorro, Jonas e Joanne). “Orai uns pelos outros para que sareis”.

Tamanho da letra:

Tempos Trabalhosos (Pr. Eudes)

    O apóstolo Paulo escrevendo a Timóteo, inspirado por Deus, disse que nos últimos tempos o mundo inteiro enfrentaria tempos trabalhosos, e ele diz a razão desse tempo trabalhoso, que é o perfil da geração que estará vivendo sobre a face da terra. “Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos; porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te” 2 Tm 3.1-5.

   Segundo o texto acima, a natureza pecaminosa do homem natural, instigada pelas forças espirituais da maldade, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência (Ef 2.2,3), chegará a um ponto alto comparado aos dias antediluvianos quando a Bíblia diz que a terra encheu-se de violência e de maldade (Veja Gn 6.1-12).

   Além do homem corrompido pelo pecado, egoísta, amante de si mesmo, temos o descontrole na própria natureza, na economia, na família, na sociedade em geral, causado pela ação  predatória e gananciosa do próprio homem.

   Essa situação calamitosa que se intensificará e perdurará até o grande dia da vinda do Senhor, não será resolvida por programas de governo, nem educacional, pois a raiz está na natureza corrompida do homem. A Bíblia diz ainda que os últimos dias terá uma atuação demoníaca mais intensa, pois a corrente que amarra o diabo será por ordem de Deus afrouxada (Veja Ap  20.7-10).

   Mas, o que assusta mesmo é a atitude alienada da Igreja que está no mundo e não está percebendo a caótica situação que estamos enfrentando, a prova disso é o descaso para com a oração por parte da maioria dos crentes em Cristo. Crentes esses que só buscam a oração quando estão passando dificuldades. É hora de despertar, de buscar intensamente a face do Senhor, independente de circunstâncias, pois os dias são maus. (Leia Ef 6.10-18).