ANIVERSARIANTES DA SEMANA   

20-Otília de Araújo

20-Ednaldo Soares

21-Karina Ribeiro (E. Satiro)

24- Pr. Jedaías Rodrigues

25-Juzirene Santiago (E. Sátiro)

ANIVERSÁRIO DA ALIANÇA: No próximo sábado, dia 25/08, a partir das 18h, teremos no templo do Betel Brasileiro, no Alto do Mateus, o culto de celebração ao Senhor pelos 51 anos de organização de nossa Denominação (Aliança das Igrejas Evangélicas Congregacionais do Brasil). Os cultos distritais já foram realizados e esse do dia 25 é a comemoração nacional. Sairá um ônibus de nossa Igreja às 17.30h para levar os irmãos para participarem dessa festividade. Leve R$ 5,00 para ajudar pagar o aluguel do ônibus.

Tamanho da letra:

As coisas que em breve devem acontecer (IV)

O Milênio

Os profetas antigos previram um tempo em que Deus iria implantar um reino, através do Messias, onde imperasse a paz, a justiça e a prosperidade (Isaías 11; Dn 2.44; 7.13,14,27;...). Esse Messias  seria da casa real de Davi (2 Sm 7.16). Os reinos do mundo nessa época passariam para controle do Messias (Dn 2.44; 7.13,14,27). Devido à reiterada ênfase nesse reino no Antigo Testamento, na época em que Jesus viveu havia uma grande expectativa por parte dos judeus quanto a sua implantação (At 1.6).A expressão Milênio vem de Apocalipse 20.1-6, onde há uma referência a um reino de mil anos, onde são mencionados a Igreja e o Cristo Rei. Os estudiosos bíblicos se dividem quanto à interpretação do Milênio: 1) Existem aqueles que interpretam o Milênio como um reino literal, cuja capital será Jerusalém e que o rei Jesus governará o mundo com a Igreja e que esse reino durará mil anos. Acreditam, eles, que a segunda vinda de Cristo inaugurará esse Reino – são os pré-milenistas; 2) Outros entendem que o Milênio é um período de tempo indeterminado em que as instituições sociais do mundo serão melhoradas, graças à ação do Evangelho, trazendo para as nações um período de paz, justiça e prosperidade nunca visto, e que a segunda vinda do Senhor dar-se-á logo após esse período – são os pós-milenistas; 3) Outros entendem que a mensagem de Apocalipse é apresentada de forma simbólica, portanto, não se pode entender o Milênio como um reino literal e sim de natureza espiritual, símbolo da vida perfeita dos crentes nos céus. Esse grupo diz ainda que o Milênio é o símbolo do reino de Cristo no coração dos crentes, fazendo-os gozar de paz com Deus, alegria e felicidade plena – são os amilenistas. Considerando que a mensagem do Apocalipse nos é apresentada de forma simbólica, e que a única referência a um reino de mil anos se encontra nele, é melhor optar pela linha amilenista por uma questão básica de coerência na interpretação desse precioso livro.   Pr. Eudes