ANIVERSARIANTES DA SEMANA   

08-Zenaide Ferreira

08-Mizael Meireles (Neto/Adeilda)

08-Brenda Edinalva (E. Sátiro)

09-Joseline (Line)

09-Warley Lamartine

10-Mª José Costa, 

LEMBRANDO:

1)    A Escola Bíblica Dominical (temos classe para todos os segmentos de pessoas)

2)    O culto de oração e estudo bíblico nas terças-feiras, e o culto de oração da quarta-feira (Circulo Oração)

3)    O dízimo do Senhor para mantimento de sua obra através do ministério da III IEC/JPA

CLASSE DE CASAIS: no próximo domingo, no período da manhã, os casais de nossa Igreja estarão se reunindo para um momento de reflexão e oração. Esse momento é de responsabilidade do casal Pastor Walter Moura e de sua esposa Raquel.

Tamanho da letra:

O Deus que ouve as orações

 
Na esfera do relacionamento do homem com Deus, aprouve ao Senhor determinar os meios pelos quais esse relacionamento se tornasse eficaz. 
Deus decidiu falar conosco, principalmente, através de Sua Palavra e para isso entregou, através dos seus profetas, homens inspirados pelo Espírito Santo, as Sagradas Escrituras onde encontramos tudo o que Deus queria nos revelar sobre Si mesmo, principalmente sobre a sua vontade para nós; e para que nós falássemos com Ele determinou que o meio que deveria ser utilizado fosse a oração.
Prometeu Deus ouvir as orações que fossem feitas com sinceridade de coração e com fé, e em nome do Seu Filho Jesus Cristo, e para isso empenhou a sua palavra fiel e verdadeira, conforme concluímos através de textos como os citados a seguir: “Clama a mim e responder-te-ei; anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes” Jr 33.3. “Por isso vos digo: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei e abrir-se-vos-á; pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e a quem bate, abrir-se-lhe-á” Lc 11.9,10. 
Se Deus prometeu ouvir as orações dos Seus filhos devemos em tudo priorizá-la em nossas vidas. “Orai sem cessar”. 1 Ts 5.17. Escrevendo aos Efésios, Paulo orientou que aquela Igreja orasse em todo o tempo com toda a oração e súplica e vigiando nisso no Espírito (Ef 6.18). Escrevendo aos Romanos e aos Colossenses Paulo os orientou a perseverarem em oração (Rm 12.12; Cl 4.2). O Senhor Jesus ensinou também uma parábola sobre o dever de orar sempre e nunca desfalecer (Lc 18.1-8) e concluindo essa parábola o Senhor disse o seguinte: “Não fará Deus justiça aos seus escolhidos, que a ele clamam dia e noite, embora pareça demorado em defendê-los? Digo-vos que depressa, lhes fará justiça...”.
Observando o exemplo de alguns homens poderosos na Bíblia concluímos que o segredo de suas constantes vitórias foi a intensa vida de oração que tinham. Por exemplo: Abraão, Davi e Daniel (só para citar três do Antigo Testamento). Diz-se de Davi e Daniel que esses homens, diariamente, tinham três momentos de oração a sós com Deus (Sl 55.17; Dn 6.10). No Novo Testamento temos Ana, profetisa de oitenta e quatro anos, Paulo e Cristo, sendo o Senhor o exemplo maior. Diz-se de Cristo que ele vivia uma vida de intensa oração e que, às vezes, passava a noite inteira em oração a Deus (Lc 6.12).
E você caro irmão? Como está a sua vida de oração? Você tem orado regularmente? Você sempre ora a sós? Tem freqüentado os cultos de oração da Igreja?
Infelizmente tem pessoas que só se preocupam em orar a Deus quando tem problemas e estão enfrentando dificuldades na vida. Quando os problemas são resolvidos por Deus, esquece-se de continuar orando. Até quando teremos esse posicionamento pecaminoso? 
Sigamos o exemplo do salmista Davi que cantou: “Eu te invoquei, ó Deus, pois me queres ouvir...” Sl 17.6.