ANIVERSARIANTES DA SEMANA   

19-Mário Lopes

21-Rebeca Brito

22-Dc. José Bruno

23-Hortência Gabriela (nora/Vera)

RETIRO ESPIRITUAL: O nosso Retiro Espiritual será realizado nas dependências de nossa Igreja, que por sinal, está preparada para esse tipo de atividade (pouquíssimas igrejas aqui em João Pessoa têm a estrutura que nós temos, que nos foi dada graciosamente por Deus). Teremos cultos no domingo (manhã e noite) e na segunda-feira (manhã e noite). No domingo e na segunda-feira teremos almoço na Igreja. Será cobrada a taxa de R$ 5,00 por almoço. Os conjuntos da Igreja (Getsêmani, Ebenézer, Bandinha e Ágape) participarão desses cultos. Os preletores serão da Igreja e outros obreiros convidados pelo Pastor da Igreja. Queremos contar com a presença de toda a Igreja nesse Retiro. O Presb. Evandro José é o responsável pelos almoços. A coordenação geral do Retiro é do Pastor Walter Moura. Nos próximos boletins daremos mais detalhes acerca de tema do Retiro, preletores, etc.

Tamanho da letra:

O tempo que nos resta

 
O homem foi feito por Deus para viver para sempre, mas por causa do pecado de nossos primeiros pais a morte, nas suas três dimensões (física, espiritual e eterna), entrou no cenário da vida humana. “Por um homem entrou o pecado no mundo e pelo pecado a morte, a morte passou a todos os homens porque todos pecaram” Rm 5.12. O apóstolo Paulo ainda disse que o salário do pecado é a morte (Rm 6.23). Na carta aos Hebreus encontramos que a morte física é um decreto de Deus para punir o pecado do homem. “... aos homens está ordenado morrerem uma só vez vindo depois disso o juízo” Hb 9.27.
A Bíblia ainda nos revela que Deus, na sua soberania, já determinou o dia e a hora em que todos irão morrer, ou seja, partir deste mundo para a eternidade, inclusive eu e você, caro leitor. “E de um só fez toda a geração dos homens, para habitar sobre toda a face da terra, determinando os tempos já dantes ordenados, e os limites da sua habitação” At17.26. “O Senhor é o que tira a vida e a dá; faz descer à sepultura e faz tornar a subir dela” 1 Sm 2.6. “A duração da nossa vida é de setenta anos, e se alguns pela sua robustez chegam há oitenta anos, o melhor deles é canseira e enfado, pois passa rapidamente e nós voamos” Sl 90.10. 
Diante do fato inexorável da brevidade da vida e da certeza da morte, resta-nos aceitar com resignação essa vontade de Deus revelada em Sua Palavra e que faz parte docotidiano de todos os homens, e procurarmos aproveitar o tempo de vida que nos resta. Mas, como poderíamos aproveitar o tempo que nos resta aqui neste mundo sob a perspectiva da eternidade? Respondemos: Se se tratar de uma pessoa que ainda não tem a vida eterna proporcionada por Deus através de nosso Senhor Jesus, se faz necessário que ela reconheça que é pecadora e creia em Cristo e O aceite como Salvador. “Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus; aos que crêem no seu nome” Jo 1.12. Para aquelas pessoas que já são crentes em Cristo, que já são filhos de Deus por adoção em Jesus Cristo, elas devem parar de viver para si mesmas e procurar viver para a glória de Deus. Devem se desvencilhardaquelas coisas que entristecem ao Espírito Santo e procurar se consagrar ao Senhor e servi-lo com o tempo, a vida e os bens, através do ministério da Igreja local. “Para que, no tempo que vos resta na carne, não vivais mais segundo as concupiscências dos homens, mas segundo a vontade de Deus” 1 Pe 4.2. Escrevendo aos Romanos, o apóstolo Paulo deixou-nos uma palavra poderosa sobre o assunto: “Rogo-vos, pois irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus” Rm 12.1,2.
Assim sendo, aproveitemos corretamente o tempo que nos resta neste mundo, vivendo para a glória de Deus.