ANIVERSARIANTES DA SEMANA   

20-Otília de Araújo

20-Ednaldo Soares

21-Karina Ribeiro (E. Satiro)

24- Pr. Jedaías Rodrigues

25-Juzirene Santiago (E. Sátiro)

ANIVERSÁRIO DA ALIANÇA: No próximo sábado, dia 25/08, a partir das 18h, teremos no templo do Betel Brasileiro, no Alto do Mateus, o culto de celebração ao Senhor pelos 51 anos de organização de nossa Denominação (Aliança das Igrejas Evangélicas Congregacionais do Brasil). Os cultos distritais já foram realizados e esse do dia 25 é a comemoração nacional. Sairá um ônibus de nossa Igreja às 17.30h para levar os irmãos para participarem dessa festividade. Leve R$ 5,00 para ajudar pagar o aluguel do ônibus.

Tamanho da letra:
“Missão está no coração de Deus”

Ultimamente, Deus tem falado muito ao meu coração, a respeito de missões. E como tenho me envergonhado diante do meu comodismo, da minha indiferença à necessidade espiritual de tantas pessoas. E fico pensando quantas vidas ainda não tiveram a oportunidade de ouvir falar de Jesus. Não é que nunca quiseram ouvir. É que está faltando gente para obedecer ao Ide de Jesus; de gente que chegue até eles, levando-lhes a mensagem do evangelho. As pessoas estão caminhando sem vida, sem esperança. E nós precisamos falar para essas pessoas, para esses jovens desiludidos que Jesus os ama.
Li um artigo em que o autor (não me lembro do nome), falava não existir fronteiras missionárias ao nível de geografia. Porque o Senhor de missões não impôs qualquer limite geográfico à atuação missionária. Ao contrário, Jesus enfatizou que “o campo é o mundo”, querendo significar com esta expressão uma obra abrangente.
“Mundo” está se referindo aos locais onde estão as pessoas que não tiveram a oportunidade de ouvir falar do Plano de Deus. No caso, missões podem atingir um bairro da nossa cidade, uma cidade do nosso estado, uma nação do mundo, uma aldeia indígena, ou um homem solitário numa estrada deserta e etc.
Como já ouvi falar: “Todo coração sem Cristo é um campo missionário”, portanto é campo para se “semear a boa semente”.
Jesus não deu preferência a campo nenhum. Ele disse que a seara era grande e que deveria ser ceifada de tal forma que nada se perdesse. Mas como conciliar uma seara tão grande com um número de ceifeiro tão pequeno?
A igreja tem que se levantar numa força de oração constante e jejum para atacar o inimigo, pois esta é a nossa melhor arma de defesa.
É um dever e privilégio do povo de Deus contribuir para suprir as necessidades da obra missionária.
Acolher, enviar e sustentar missionário deve ser feito de uma maneira digna de Deus. Não deve ser tratados como mendigos, mas como ao Senhor (Mateus 10.40) e como os seus servos a levarem o evangelho ao mundo inteiro. Devemos nos lembrar das palavras de Cristo: “Quem recebe um profeta na qualidade de profeta, receberá galardão de profeta; e quem recebe um justo na qualidade de justo, receberá galardão de justo” (Mt 10.41).
Concluindo: Podemos obedecer a Grande Comissão de Cristo, nos tornando um intercessor, mantenedor ou um missionário disposto a ir.
“E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura”. Mc 16.15.
Irmã Valda