ANIVERSARIANTES DA SEMANA   

19-Mário Lopes

21-Rebeca Brito

22-Dc. José Bruno

23-Hortência Gabriela (nora/Vera)

RETIRO ESPIRITUAL: O nosso Retiro Espiritual será realizado nas dependências de nossa Igreja, que por sinal, está preparada para esse tipo de atividade (pouquíssimas igrejas aqui em João Pessoa têm a estrutura que nós temos, que nos foi dada graciosamente por Deus). Teremos cultos no domingo (manhã e noite) e na segunda-feira (manhã e noite). No domingo e na segunda-feira teremos almoço na Igreja. Será cobrada a taxa de R$ 5,00 por almoço. Os conjuntos da Igreja (Getsêmani, Ebenézer, Bandinha e Ágape) participarão desses cultos. Os preletores serão da Igreja e outros obreiros convidados pelo Pastor da Igreja. Queremos contar com a presença de toda a Igreja nesse Retiro. O Presb. Evandro José é o responsável pelos almoços. A coordenação geral do Retiro é do Pastor Walter Moura. Nos próximos boletins daremos mais detalhes acerca de tema do Retiro, preletores, etc.

Tamanho da letra:

Nem uma hora?

                                          

    Na quinta-feira da última semana de Jesus neste mundo Ele levou os onze apóstolos (Judas Iscariotes já tinha abandonado o grupo) para o jardim do Getsemani. Ao adentrar mais no jardim o Senhor levou consigo a Pedro, Tiago e João e pediu que eles ficassem proximo dele enquanto Ele orava ao Pai. “Então lhes disse: a minha alma está cheia de tristeza até a morte; ficai aqui, e velai comigo” Mt 26.38. Nesse período de oração, que teve três momentos, o Senhor depois de passar do segundo para o terceiro aproximou-se dos três apóstolos e os encontrou dormindo, e fez a Pedro a seguinte pergunta: “Então nem uma hora pudestes velar comigo?” Mt 26.40.

  Observando o texto que fala da agonia do Senhor Jesus no Getsemani podemos dentre outras extrair uma lição importante para a vida da igreja na atualidade. O Senhor dera aqueles três apóstolos um grande privilégio como também uma grande responsabilidade. Privilégio porque o Senhor os escolhera para aquele momento particular de sua vida. Responsabilidade porque eles deviam fazer companhia ao Senhor naquele momento de aflição. No entanto eles nao conseguiram nem sequer passar uma hora atento ao que estava ocorrendo naquele jardim e dormiam o sono da indiferença.

  O Senhor, independente do apoio de seus amigos, saiu vitorioso daquele momento de oração, capacitado para enfrentar o que estava previsto para ele no programa redentor.

   Queriamos refletir com os irmãos sobre essa dificul dade de alguns de nossos irmãos ficar quieto diante de Deus no momento em que O cultuamos. Temos observado “um senta levanta” na Igreja no momento em que ela se reúne, mormente nos cultos de domingo a noite, o que incomoda e traz para os visitantes uma conotação negativa.

    O culto é um todo que tem início, desenvolvimento e conclusão. Os nossos cultos tem uma duração de aproximadamente duas horas.    Espera-se de um cristão, discípulo de Cristo, que durante o culto ele se comporte reverentemente na casa do Senhor. Não converse, não brinque no celular, não se levante para sair do santuário (a não ser por uma necessidade urgente).

   É sabido pelas Escrituras que a presença do Senhor Jesus no meio de sua Igreja quando ela se reúne é uma maravilhosa realidade. “Porque onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, ai, estou eu no meio deles” Mt 18.20.  Se Jesus é nosso Senhor e Salvador, e grande Deus, que está em nosso meio quando instalamos o culto, a sua santa presença deve ser reverenciada por todos. Por ter essa compreensão disse o sábio Salomão em certa ocasião: “Guarda o teu pé, quando entrares na casa de Deus; e inclina-te mais a ouvir do que a oferecer sacrifícios de tolos, pois não sabem que fazem mal” Ec 5.1. Ademais a Bíblia diz que na presença do Senhor há abundância de alegria.

   Ainda outra questão a ser observada, no que se refere à presença do Senhor em nossas reuniões, é justamente a falta de pontualidade de alguns dos irmãos. Temos observado que alguns de nossos amados chegam ao culto depois dele ter sido instalado, quando algumas partes já foram concluídas. Isso não é bom.

    A queixa de Jesus aos seus discípulos sobre “nem uma hora eles puderam velar comigo”, procede também na atualidade, pois falhar nessa área é desprezar a presença do Senhor da glória que fez, está fazendo e irá fazer tudo por nós.

    Considerem isso!    

 

Pr. Eudes Lopes Cavalcanti