ANIVERSARIANTES DA SEMANA   

01-Carlos Alberto (Pb)

01-Lamarck Ribeiro

02-Kézya Lopes

03-Mª Júlia (E. Sátiro)

03-Albiana Alves

05-Fábio Lima

05-Saullo Vinicius (E. Sátiro)

05-Débora Thamyres

07-André Augusto

07-Anna Júlia

08-Mª da Conceição

Reuniões administrativas final de ano

13/12 – Reunião do Conselho Eclesiástico;

21/12 – Confecção Calendário 2019;

23/12 (M) - Assembleia da Igreja (homologação diretorias, recepção membros e separação para o oficialato )  

 

JANTAR DE CONFRATERNIZAÇÃO: o nosso jantar de confraternização será no dia 31/12, logo após o culto de final de ano. O culto será no horário das 21 às 23h, seguindo-se o jantar, que será no estilo americano. O Pb. Evandro José será o coordenador desse evento.

Tamanho da letra:

 

Sê forte e corajoso!

    

      Em certas ocasiões, o medo é razoável, mas recomendam-se muitos cuidados com a reação a ele. Quando soube da grande multidão que vinha contra ele, o rei Josafá teve muito medo. Por isso ele se pôs a buscar ao Senhor. “Então, Josafá temeu e pôs-se a buscar o Senhor; e apregoou jejum em todo Judá”. 2 Cr 20.3. Josafá reagiu imediatamente, pois um grande exército atravessava o Mar Morto para lutar com o objetivo de destruí-lo. O rei de Judá teve medo com razão, e recorreu aos pés do Senhor. Essa é a reação correta frente ao medo. Caso contrário, o medo leva à fraqueza, ao desespero e ao pânico.

      Adão teve medo de Deus porque estava nu, depois de haver comido o fruto proibido. “E ele disse: ouvi a tua voz soar no jardim, e temi porque estava nu, e escondi-me”. Gn 3.10. Jacó teve medo do seu irmão Esaú quando ele veio ao seu encontro com 400 homens armados: “então, Jacó temeu muito e angustiou-se...”. Gn 32.7a. Davi também teve muito medo de Aquis, rei de Gate.

      O medo é um sentimento que nos acompanha em diversos momentos em nossa vida, muitas vezes até pensamos ser fortes, mas, no momento da adversidade, o medo irrompe; foi assim com esses homens de Deus. Saul teve muito medo das complicações que ele mesmo cultivou no final de sua vida (I Sm 28.5-20). Pedro teve medo quando se viu andando sobre as águase reparou ou sentiu a força do vento. “mas sentindo a força do vento, teve medo e começando a ir para o fundo, clamou, dizendo: Senhor, salva-me”. Mt 14.30.

      Ao sentir medo, recorra ao Senhor em suas orações, exercite sua fé, deixe de olhar para a fonte do medo e olhe para o Autor e consumidor da nossa fé (Hb 12.2). O medo adoece, maltrata, atrapalha, paralisa, humilha, apavora e faz sofrer. Não contorne o medo, não se acostume com ele, enfrente-o, faça-o afastar-se e desaparecer.

      Um dos mandamentos a Josué, aquele que deveria introduzir o povo à terra prometida, é a lei da coragem: “sê forte e corajoso, não temas nem te espantes, porque o Senhor teu Deus é contigo por onde quer que andares”. Js 1.9. O mesmo conselho deu Davi ao jovem rei Salomão: “sê forte e corajoso e faze a obra; não temas nem te desanime, porque o Senhor Deus, meu Deus, há de ser contigo; não te deixará, nem te desamparará, até que acabes todas as obras para o serviço da casa do Senhor”. I Cr 28.20. A mesma ordem  é dada a você, é dada a nós: sê forte e corajoso! Pois o Senhor é contigo Amém.

“Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim”. Jo 14.1.

Presb. Silas França (Cong. da Rota do Sol)