Tamanho da letra:

 Comentando o Breve Catecismo de Westminster


PERGUNTA 25. Como exerce Cristo as funções de sacerdote?

Resposta: Cristo exerce as funções de sacerdote, oferecendo-se a si mesmo uma vez em sacrifício, para satisfazer a justiça divina, reconciliar-nos com Deus e fazendo contínua intercessão por nós. Ref. Hb 9.28; Rm 3.24-26; 10.4; Hb 2.17; 7.25; Is 53.12.

Nosso Comentário: No judaísmo antigo encontramos uma categoria de pessoas que foi constituída por Deus como sacerdotes – os levitas da casa de Arão. Eles eram encarregados de oferecer os sacrifícios no santuário, intercedendo pelo povo de Deus. Com a Nova Aliança, o sacerdócio arônico caducou, e em seu lugar foi instituído outro sacerdócio, melhor e mais duradouro, que é o sacerdócio de Cristo, da ordem de Melquisedeque.  Na carta aos Hebreus nos é dito que essa profecia (Sl 110.4)

se cumpriu em Cristo, conforme capitulo 7 dessa carta. Veja uma parte desse capitulo: “E, visto como não é sem prestar juramento (porque certamente aqueles, sem juramento, foram feitos sacerdotes, mas este, com juramento, por aquele que lhe disse: Jurou o Senhor e não se arrependerá: Tu és sacerdote eternamente, segundo a ordem de Melquisedeque.); de tanto melhor concerto Jesus foi feito fiador” Hb 7.20-22. Como sumo-sacerdote da nossa confissão, da ordem de Melquisedeque, Cristo ofereceu um único sacrifício pelos pecados e através desse sacrifício satisfez plenamente a justiça divina, reconciliando os pecadores com Deus, e dando aos que creem nele uma eterna salvação. “... mas agora, na consumação dos séculos, uma vez se manifestou, para aniquilar o pecado pelo sacrifício de si mesmo. ... Assim também Cristo, oferecendo-se uma vez, para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para a salvação” Hb 9.26-28. Além de ter intercedido pelo seu povo na cruz, hoje, Jesus nos céus, intercede continuamente pela sua igreja. “Portanto, pode também salvar perfeitamente os que por ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles” Hb 7.25. A intercessão de Cristo nos céus pela Igreja é tratada também em Romanos  8.34 e 1 João 2.1,2.          

 Pr. Eudes L. Cavalcanti